Prefeitos do CIVAP elaboram plano de ação em busca de novo credenciamento da Oncologia em Assis


  • 30/03/2017 - 14:42

Em coletiva realizada no Paço Municipal nesta quarta-feira, 29, prefeitos do CIVAP e autoridades locais discutiram as medidas que serão adotadas para reverter o descredenciamento da UNACON do Hospital Regional de Assis.

De acordo com o presidente do CIVAP, Wagner Mathias, as tratativas para reverter a desabilitação já foram antecipadas com o secretário Estadual de Saúde, David Uip, na manhã desta quarta, 29, em São Paulo, por intermédio do deputado Estadual Ricardo Madalena.

“David Uip mostrou através de e-mails que estava cuidando desse assunto diretamente e nos orientou a fazermos um plano de trabalho para ser apresentado ao Ministério da Saúde, através da Secretaria de Estado. Temos urgência nesse caso e na próxima semana voltamos a São Paulo para tratar do assunto. Todos nós, prefeitos do CIVAP e agentes públicos, temos responsabilidade sobre isso e nosso plano de ação será conjunto”, diz o presidente do CIVAP.

José Fernandes lembrou que o Hospital está bem estruturado e que nova visita do Ministério será solicitada.

“Uma de nossas ações em conjunto é solicitar, oficialmente, que seja realizada nova auditoria, ou fiscalização, por parte do Ministério da Saúde, no Setor de Oncologia do Hospital Regional, com a finalidade de que os serviços sejam mantidos”, diz o prefeito de Assis.

Para Marcelo Pecchio, prefeito de Quatá, ainda há possibilidade de reverter a decisão: “O secretário David Uip nos falou que não vai fechar o serviço em Assis”.

A partir de agora,  os prefeitos estão empenhados em traçar diretrizes técnicas para que os serviços sejam mantidos em Assis, independente do credenciamento de Ourinhos.

“A perda foi dolorosa. Mas ainda há possibilidades dos serviços serem mantidos. Não somos contra o credenciamento de Ourinhos, o que precisa ser feita é nova auditoria porque o cenário hoje é diferente de quando a equipe técnica esteve no Hospital Regional, e vamos pedir que venham no período da manhã quando são feitos os atendimentos, porque eles vieram no período da tarde. O relatório feito em agosto foi tendencioso, logo após a rescisão do contrato com a FAMEMA”, diz Roberto Bueno, prefeito de Cândido Mota.

Márcio Veterinário destacou a importância da união dos prefeitos do CIVAP. “Temos que nos manter  unidos e trabalharmos juntos para que os serviços sejam mantidos”, diz.

Voluntários da Associação do Câncer de Assis também demonstraram surpresa com a notícia e muito preocupados com os pacientes que se encontram em tratamento.

Em relação a isso, Ida Françoso, diretora Executiva do CIVAP, informou que deve haver um período de transição e que existe um convênio com o Estado em vigência até dezembro de 2017.

“Nós temos convênio com o Estado até dezembro e até esta data continuam os atendimentos no Hospital Regional e vamos propor um prazo transitório nos casos em andamento. Enquanto isso, vamos trabalhando nos planos de ações para viabilizarmos novo credenciamento”, diz Ida.

Para finalizar a reunião, José Fernandes diz: “nós vamos nos empenhar para obtermos novo credenciamento, porque nós valorizamos a vida e estamos pensando no tratamento e bem estar de nossos pacientes”.

Participaram da coletiva os prefeitos José Fernandes, Wagner Mathias, Eduardo Sotano, José Roberto Ronqui, Marcello Pecchio, Júlio Cesar, Roberto Bueno, Paulo Eduardo Pinto; vice-prefeitos Márcio Veterinário e Marcio Bidoia; vereadores Valmir Dionízio, Nilson Pavão, Roque, Vinícius Símili, Alexandre Cachorrão e José Fernandes (Zéquinha); diretora Executiva do CIVAP Ida Françoso; secretários municipais; e voluntários da Associação Voluntária do Câncer.

#Assis #Cuidandodegente #CIVAP


Informativo

Cadastre-se e fique por dentro das notícias da Prefeitura de Assis.

Acesse aqui

AssisDigital.com

Conheça o Catálogo de Serviços Digitais. É fácil e prático.

Acesse aqui

Curta