ePrivacy and GPDR Cookie Consent by Cookie Consent

Em momento de pandemia, terrenos baldios preocupam Prefeitura e população


  • 24/04/2020 - 12:04
  • Informação publicada há 583 dias

Foto: Departamento de Comunicação

Atualmente a sociedade luta contra um inimigo invisível e letal que é o novo coronavírus, mas existe outro inimigo que também é letal e que na teoria seria mais fácil de lidar: a Dengue. E isso depende da população manter seus quintais limpos e principalmente proprietários de terrenos mantê-los sem lixo e sem mato alto.

Se por um lado há um inimigo que não se pode ver, o outro pode ser combatido eliminando seu criadouro e evitando a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, que já acometeu mais de 400 pessoas em Assis, somente nesse ano.

Um forte criadouro são os terrenos baldios que acumulam mato alto e objetos com potenciais riscos de acumular água. Para tentar evitar esse problema, a Secretaria do Meio Ambiente já notificou 660 terrenos neste ano. Foram autuados 73 lotes, dos quais 65 são referentes a mato alto, descarte irregular de resíduos ou ambos. Três terrenos foram limpos pela Prefeitura, cuja cobrança do serviço será feita posteriormente.

Após o recebimento da notificação o proprietário tem 30 dias para a regularização da situação. Depois disso ele recebe uma autuação com 10 dias de prazo. Se a irregularidade persistir essa mesma autuação vai para a tributação e a cobrança para o proprietário do lote.

A Prefeitura apela para que proprietários de terrenos baldios os mantenham limpos e sem mato.


Aplicativo

Atendimento ao Cidadão, 24 horas.

Acesse aqui

Informativo

Receba as notícias da Prefeitura.

Acesse aqui

AssisDigital

Catálogo de Serviços Digitais.

Acesse aqui

Curta