Isolamento social em Assis recua consideravelmente e pode prejudicar retomada de atividades


  • 29/04/2020 - 16:43 | Atualizado em 30/04/2020 - 09:11

Foto: Departamento de Comunicação

Segundo o Governo do Estado de São Paulo, a flexibilização de atividades será feita de acordo com especificidades de cada município, entre elas isolamento social, avanço da doença e número de leitos na região.

Entre essas especificidades estão como fatores de avaliação a taxa de isolamento social, medida pelo Sistema de Monitoramento Inteligente, em parceria com as operadores de telefonia celular. Nesse quesito, Assis vai de mal a pior. O índice voltou a cair e caiu consideravelmente nessa terça-feira, 28. A medição chegou a 46%.
Outro item de avaliação para a flexibilização é o avanço de casos confirmados da doença no município. Assis conta hoje com 11 casos confirmados registrando duas mortes. O isolamento social e o uso de máscara em caso de necessidade de sair de casa para trabalhar são determinantes para evitar a transmissão em massa do vírus que já matou mais de 225 mil pessoas no mundo, estando dentro desses dados mais de 5 mil mortes no Brasil, das quais mais de 2 mil somente no Estado de São Paulo. No total, Brasil tem 73.511 infectados pela doença.
Outro quesito que será levado em consideração para avaliação da flexibilização e retomada das atividades é o número de leitos de cada região. É bom lembrar que Assis é referência para outros 12 municípios, devendo atender igualmente todos os pacientes que precisarem de atendimento hospitalar.


Informativo

Cadastre-se e fique por dentro das notícias da Prefeitura de Assis.

Acesse aqui

AssisDigital.com

Conheça o Catálogo de Serviços Digitais. É fácil e prático.

Acesse aqui

Curta