ePrivacy and GPDR Cookie Consent by Cookie Consent

Isolamento social é desafio para assisenses e moradores de cidades da região


  • 22/05/2020 - 16:38
  • Informação publicada há mais de 90 dias

Foto: Departamento de Comunicação

O índice de isolamento social em Assis e algumas cidades vizinhas continua longe do ideal, segundo profissionais da saúde, que é de 70% e ficar perto desse índice é desafio para assisenses e moradores de Marília, Ourinhos e Presidente Prudente.

Os baixos índices registrados em Assis e cidades vizinhas representam uma quebra do isolamento, que é medido pelo Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI) do Governo de São Paulo.

O baixo isolamento pode ser responsável pelo aumento da transmissão do COVID-19, caso não haja participação da sociedade, deixando para saírem de casa apenas trabalhadores que estão enquadrados nos serviços essenciais.

Em Assis, município com 104.386, o COVID-19 já fez uma vítima fatal a cada 20,87 mil habitantes. São 43 casos e 5 mortes confirmados. O índice de isolamento se manteve em 43% nos últimos três dias.

Marília, com 232.006 habitantes, tem 40 casos e 1 morte por COVID-19, município bastante privilegiado em relação a Assis. A taxa de isolamento nos últimos três dias também é baixa, com registro de 42%.

Ourinhos tem 115.813 habitantes, 52 casos confirmados e 4 mortes por COVID-19. Uma vítima fatal a cada 28,95 mil habitantes. A taxa de isolamento nos últimos três dias foi de 41%, 40% e 41%.

Presidente Prudente, com 207.610 habitantes, tem 8 mortes e 101 casos confirmados por COVID-19. Uma vítima fatal a cada 25,95 habitantes. A taxa de isolamento nos últimos três dias foi de 40%.

Todos esses municípios são apontados como péssimos em isolamento, estando entre os piores pelo Governo do Estado de São Paulo.


Aplicativo

Atendimento ao Cidadão, 24 horas.

Acesse aqui

Informativo

Receba as notícias da Prefeitura.

Acesse aqui

AssisDigital

Catálogo de Serviços Digitais.

Acesse aqui

Curta