ePrivacy and GPDR Cookie Consent by Cookie Consent

Em Assis, espaços históricos são destaque no Dia Internacional dos Museus


  • 18/05/2021 - 18:14 | Atualizado em 18/05/2021 - 18:17
  • Informação publicada há 557 dias

Foto: Departamento de Comunicação

A Prefeitura de Assis, através da Secretaria Municipal da Cultura comemora nesta terça-feira, 18, o Dia Internacional dos Museus e para celebrar a data, espaços públicos são evidenciados no Município, com importante acervo que representa o patrimônio histórico da cidade.

O secretário Municipal da Cultura, Emerson Gonçalves, relata que “somos agraciados com vários espaços públicos que retratam a história de Assis. A Secretaria Municipal de Cultura prioriza a manutenção, higienização e a preservação dos bens culturais. Essa diretriz de trabalho tem como objetivo assegurar a preservação da memória assisense por meio da construção do seu patrimônio artístico-cultural, preservado em nossos museus e no desenvolvimento de projetos específicos de trabalho pela SMC, não apenas local, mas nacionalmente”, lembra.

O MAPA – Museu de Arte Primitiva de Assis, construído na década de (1990), preserva aproximadamente 1.500 obras, na maior parte pinturas e esculturas, esta focado na preservação de bens culturais e natureza artística, especificamente arte popular, conhecida como arte primitiva ou ‘naif. O MAPA é o segundo Museu de Arte Primitiva mais importante de nosso país, tanto pela quantidade de obras, quanto pela abrangência do seu acervo, com artistas importantes de todo Brasil, reconhecidos internacionalmente, que possuem obras expostas em inúmeros museus do exterior, entre eles, destacamos Djanira, Valdomiro de Deus, Heitor dos Prazeres, Antônio Poteiro, dentre outros e, claro, nosso artista local de grande renome que é Sebastião Teodoro Paulino da Silva, conhecido popularmente como Ranchinho.

A edificação da Estação Ferroviária (1914) abriga o Museu do Ferroviário, conhecido como Espaço da Memória. Esse espaço constitui um amplo salão de exposições reservado para eventos, que podem ser promovidos pelas entidades, instituições ou atores sociais diversos da cidade.  

A Casa de Taipa (1914) onde se realiza a nossa tradicional Festa do Folclore.

O Centro Cultural Dona Pimpa, inaugurado em 1956, que abriga a Biblioteca Municipal e o MAHA – Museu e Arquivo Histórico de Assis. O edifício está passando por reforma em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo. Sua missão é preservar o patrimônio arquivístico e museológico de Assis. Destaque do nosso Patrimônio Material, integrado por arquivos privados de Dona Pimpa e Joshey Leão, pessoais ou institucionais e diversas coleções temáticas de objetos, peças e equipamentos de modo geral. A mais importante é a coleção da memória ferroviária, herança do Museu Ferroviário, desativado há muitos anos, reunindo em seu acervo diferentes suportes de memórias e de tradições.

O prefeito de Assis, José Fernandes, fala de sua preocupação em manter esses espaços históricos sempre muito bem preservados, pois os consideram relíquias maravilhosas, que inclusive, em diversas oportunidades, são utilizados para pesquisas escolares visando o amplo acesso e desenvolvimento dos cidadãos às práticas culturais e artísticas, bem como a preservação do patrimônio cultural.

“Hoje celebramos o Dia Internacional dos Museus com alegria, pois conseguimos nos últimos anos, valorizar cada prédio histórico de nossa cidade. Através do nosso comprometimento como gestores, podemos vislumbrar as relíquias que temos à disposição da nossa população. Em alguns desses locais, projetos culturais são desenvolvidos e direcionados aos moradores de Assis”, destacou o prefeito.

ASSESSORIA PMA


Galeria de Fotos


Aplicativo

Atendimento ao Cidadão, 24 horas.

Acesse aqui

Informativo

Receba as notícias da Prefeitura.

Acesse aqui

AssisDigital

Catálogo de Serviços Digitais.

Acesse aqui

Curta