Em Assis, Saúde reforça os cuidados para combate ao caramujo africano


  • 12/01/2018 - 08:00

A Prefeitura Municipal de Assis, através da Secretaria Municipal da Saúde, reforça junto à população os cuidados para se evitar a proliferação do caramujo africano e orienta como eliminá-los de forma adequada dos quintais e terrenos baldios.

De acordo com o coordenador do Departamento de Endemias, Cícero Motta, principalmente em períodos de chuvas intensas, o caramujo africano se prolifera de forma rápida e muitos moradores têm sofrido com o molusco em grande quantidade nas residências.

“Terrenos baldios, vegetação alta e locais úmidos são áreas em que os moluscos tendem a preferir e com isso  se tornam um grande problema ambiental”, lembra Cícero.

Ele ressalta que para combater a proliferação do caramujo africano o morador deve manter quintais e terrenos baldios sempre limpos, com a varrição e a retirada inclusive de materiais em decomposição, como por exemplo, frutas que caem das árvores.

Cícero orienta também sobre algumas técnicas que podem ser utilizadas como armadilhas na eliminação do molusco.

“Muitas pessoas têm o costume de jogar sal, cal e outros produtos que contaminam o solo e o meio ambiente, o que não é aconselhável. O que pode ser feito e de maneira adequada é a colocação de uma bacia com pano úmido embebecido no leite ou na cerveja, pois o cheiro atrai os moluscos e facilita a recolha e o descarte dos mesmos, além da criação de galinhas no quintal”, considera.

Segundo o coordenador de Endemias, a proteção nas mãos é fundamental para que não haja o contato direto com o molusco, que deve ser colocado dentro de sacolinhas plásticas amarradas pela boca, macetados e posteriormente despejados em lixo comum. 

#Assis #CuidandoDeGente #SaúdeAssis


Ouvidoria

Mande sua dúvida, crítica ou sugestão para nós.

Fale Conosco

Informativo

Receba notícias em seu E-mail

Cadastre-se

Curta a Página